Pipeline de Liderança: a arte de transformar líderes

Todas as mudanças com os avanços tecnológicos influenciam diretamente vários setores, cargos e profissionais. Dentre eles está o perfil de liderança, que também vem sofrendo modificações com o passar dos anos

O ideal é não ficar parado, caso contrário, você será ultrapassado facilmente pelas pessoas que estão com a mente aberta, prontas para aplicar as mudanças e andar de acordo com o mercado. E não é isso que você quer, certo?

O primeiro passo você já deu: ir atrás de conhecimento. Agora, para prosseguir a mudança, leia este conteúdo até o final e entenda o que é Pipeline de Liderança e como aplicar na sua empresa.

O que é Pipeline de Liderança?

Criada por Ram Charam, a teoria do Pipeline de Liderança diz que a mesma deve ser desenvolvida de acordo com o perfil e habilidades de cada profissional, ou seja, o primeiro passo é identificar, para em seguida, aplicar a ação.

Charam utiliza o termo pipeline, que significa tubulação com diferentes desdobramentos. Sendo assim, o consultor de negócios, palestrante e escritor indiano-americano explica em seu livro que a liderança deve partir de um ponto e gerar ramificações. 

Para Charam, um dos principais erros cometidos pelos profissionais que assumem o posto de liderança é a vontade de começar de um ponto mais alto, sem ter passado por todas as transições de um líder de sucesso. 

Como aplicar o Pipeline de Liderança

Como falamos, Ram Charam criou sua teoria com base nas 6 principais transições da liderança, que são: gerenciar a si mesmo, gerenciar outros para gerenciar gerentes, gerenciar gerentes para gerenciar uma função,  de gerente funcional para gerente de negócios, de gerente de negócios para gerente do grupo, de gerente do grupo para administrador da empresa.

Saiba mais sobre as 6 transições da teoria Pipeline de Liderança a seguir:

Transição 1. De gerenciar a si mesmo para gerenciar os outros

De que adianta você estar buscando ser um bom líder se não consegue gerenciar nem a si mesmo? Esse é um dos principais conceitos da teoria Pipeline de Liderança. Afinal, para ser um bom líder e saber gerenciar pessoas, o primeiro passo é o autogerenciamento. 

A partir do momento que você consegue se autogerenciar, está apto para a 1ª transição, que é: passar de gerenciamento próprio, para gerenciamento coletivo. Nessa transição você não aplicará mais o autogerenciamento, mas sim passará a gerenciar mais pessoas.

Seguindo a teoria, nessa transição você vai aprender a planejar o trabalho, atribuir tarefas, motivar, treinar e mensurar as atividades dos outros. 

Transição 2. De gerenciar os outros para gerenciar gerentes

Chegou o momento de desapegar diretamente das atividades individuais. A partir do momento que você migra de gerenciar os outros para gerenciar gerentes. 

É um mundo totalmente diferente, isso porque até então você está apenas gerenciando os membros da sua própria equipe, e agora vai passar a gerenciar os gerentes das equipes — basicamente vai gerenciar a mesma função que você adquiriu na transição 1.

O que acontece na prática e no dia a dia das empresas é que os líderes passam diretamente para a transição dois, e assim não valorizam como deveriam todo o processo gerencial. 

Foi nisso que Ram Charam pensou quando criou o Pipeline de Liderança: uma forma de orientar os gerentes e amenizar os erros para chegarem no sucesso rapidamente e com eficiência.

Transição 3. De gerenciar gerentes para gerenciar uma função

Na terceira transição do Pipeline de Liderança, o líder passa de gerenciar gerentes para gerenciar uma função. As principais mudanças dessa transição são as habilidades de comunicação que devem ser desenvolvidas.

Normalmente a maior dificuldade enfrentada na transição 3 é gerenciar funções e áreas que não são de muito conhecimento. Por exemplo, o líder pouco entende de marketing e finanças, mas precisa gerenciar essas duas funções em específico. 

Para que essa transição traga bons resultados, é necessário muito estudo, esforço e dedicação, pois vão precisar desses pilares para conseguir fazer um gerenciamento eficiente, mesmo tendo pouca — ou nenhuma — experiência na área.

Transição 4. De gerente funcional para gerente de negócios

Uma das mais importantes transições para qualquer tipo de empresa: transformar o gerente funcional em um gerente de negócios. Dentro da teoria do Pipeline de Liderança, é o momento de transformar o gerente no responsável direto pelos resultados financeiros da empresa.

Sendo assim, os profissionais passam a ter ainda mais autonomia e responsabilidade direta pelo gerenciamento do trabalho, afinal, qualquer erro que comprometa os resultados financeiros da organização são de sua responsabilidade.

Além de gerenciar novas funções, nessa transição o profissional aprende a gerenciar um maior número de pessoas. O que pode assustar no início, mas como já passou pela transição 1, 2 e 3, o processo da transição 4 se torna mais simples.

Transição 5. De gerente de negócios para gerente de grupo

Os líderes que chegam até essa etapa já passaram por muitas mudanças, mas chegou a hora de pensar diferente novamente. Enquanto eram líderes de negócios, gerenciavam funções e um maior número de profissionais, mas agora chegou o momento de gerenciar um grupo, ou seja, diferentes tipos de negócios.

São muito mais profissionais envolvidos, muito mais funções envolvidas, por isso é necessário, na transição 5, de estratégias e avaliações. Para isso, o líder precisa ter uma visão global da organização e saber lidar com as complexidades de diferentes tipos de negócio.

Transição 6. De gerente de grupo para administrador da empresa

A última transição é, sem dúvidas, a mais importante. Se o líder chegou até aqui, está de parabéns! Nessa última etapa o líder para de se preocupar com as partes que envolvem a empresa e começa a ter atenção com o todo.

O foco deve ser nos valores da organização, pois é necessário planejar os caminhos que a empresa deve seguir daqui para frente, conduzindo o melhor desempenho possível para os negócios. Afinal, ele passou de gerente do grupo para o administrador principal da empresa, e tudo que acontece a partir de agora é também de sua responsabilidade.

A verdade é que a liderança é uma evolução constante, e a teoria Pipeline de Liderança deixa bem claro isso. Se você gostou, entendeu e está pensando em aplicar no seu negócio, que tal assinar nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades do blog Líderes On-line?

O post Pipeline de Liderança: a arte de transformar líderes apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/pipeline-de-lideranca-a-arte-de-transformar-lideres/

Os livros de desenvolvimento pessoal que vão transformar sua vida!

Conhecimento nunca é demais, principalmente quando estamos falando de desenvolvimento pessoal. O desenvolvimento pessoal pode ter um impacto altamente positivo na sua vida, e uma boa leitura irá contribuir em muito nessa jornada.

Gostaríamos, antes de mais nada, de parabenizar você. Continue essa busca constante por novos aprendizados. Essa atitude positiva e saudável, vai fazer você ser um ser humano melhor, acima da média!

Agora, podemos ir para o que realmente interessa: separamos 5 livros de desenvolvimento pessoal que com certeza podem transformar a sua vida — e para melhor. Contamos um pouco sobre cada um deles a seguir, confira!

1. Quem Pensa Enriquece, de Napoleon Hill

Napoleon Hill foi uma pessoa completa, que alcançou resultados excelentes ao longo dos seus 87 anos de vida. Em toda essa trajetória, Hill acompanhou de perto a ascensão dos donos das maiores fortunas do mundo, como, por exemplo: Henry Ford, Theodore Roosevelt, King Gillette, entre vários outros.

Napoleon no seu livro Quem Pensa Enriquece apresentou dicas e atitudes de todas as pessoas de sucesso que acompanhou. Esse livro é realmente uma obra prima, um “best seller”, que mesmo nos dias de hoje, se mantém como leitura obrigatória quando o assunto é: Sucesso!

2. Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki

Dinheiro não resolve problemas, pessoas sim!

Outra obra que não poderia ficar de fora da nossa lista de livros de desenvolvimento pessoal é Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki. 

Um livro fascinante e envolvente que conta a história do próprio autor, que teve a oportunidade de conviver com dois pais: seu pai biológico: o pai pobre, e o pai de seu amigo Mike: o pai rico.

Robert relata em detalhes o contraste entre os dois pais, deixando evidente a forma com que cada um se relaciona e administra o dinheiro, e o impacto que isso tem nas finanças.

Pai Rico, Pai Pobre mostra que o segredo não está apenas em correr atrás do dinheiro, mas sim em ter atitudes, comportamentos e um mindset alinhado com a riqueza — para obter o sucesso financeiro e a tão sonhada Liberdade Financeira, rompendo com o que ele chama de “A corrida dos Ratos”.

3. As Armas da Persuasão, de Robert Cialdini

Saber se comunicar é importantíssimo para o desenvolvimento pessoal de qualquer pessoa, e dois aspectos são fundamentais na comunicação: influenciar e persuadir.

É exatamente sobre isso que o autor Robert Cialdini, considerado o papa da persuasão, trata nesse livro clássico sobre o assunto, de leitura obrigatória.

Em seu livro Cialdini desmistifica com clareza as técnicas persuasivas utilizadas por profissionais de marketing, vendas e que você poderá aplicar tanto na sua vida profissional ou pessoal.

As “armas” apresentadas no livro são: Reciprocidade, Compromisso e coerência, Aprovação social, Afeição, Autoridade, Escassez. Esse é o único spoiler que podemos dar, o restante das informações você vai aprender lendo este livro.

4. Desperte o Gigante Interior, de Anthony Robbins

Em seu livro, Tonny Robbins apresenta um verdadeiro manual de como mudar sua vida. Para isso, o livro Desperte o Gigante Interior aborda os seguintes termos: como criar mudanças, como gerar motivação, sistema de crenças, como alcançar o que almejamos, entre vários outros.

Tonny incentiva a fazer um mergulho no autoconhecimento, de fortalecer suas crenças, suas emoções para assumir o controle da sua vida e despertar seu Poder, para conseguir tudo que você quiser. 

O livro Desperte o Gigante Interior é uma obra incrível que já inspirou milhares de pessoas ao redor do mundo, que vale muito a pena a leitura.

5. A Sutil Arte de Ligar o F*da-Se, de Mark Manson

O nome espanta, mas a verdade é que Mark Manson conseguiu criar um manual de desenvolvimento pessoal incrível no seu livro a Sutil Arte de Ligar o F*oda-Se. 

Diferente de qualquer outro da nossa lista de livros de desenvolvimento pessoal, Mark trouxe uma visão diferente para as pessoas, e deixa claro desde o início que o objetivo do seu livro não é mostrar que toda pessoa é extraordinária, capaz de alcançar resultados inimagináveis.

Mark traz a realidade à tona e faz com que os leitores repensem um pouco mais sobre o que elegem como importante nas suas vidas. Além disso, A Sutil Arte de Ligar o F*oda-Se mostra que o segredo não está em se livrar dos tombos, mas sim em aprender com cada um deles afinal, a verdade é que o conto de fadas não existe, e que todos precisamos aprender e amadurecer com os erros.

E aí, já leu alguns dos livros de desenvolvimento pessoal que apresentamos? Deixe um comentário sobre o que achou aqui embaixo. 

O post Os livros de desenvolvimento pessoal que vão transformar sua vida! apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/os-livros-de-desenvolvimento-pessoal-que-vao-transformar-sua-vida/

4 motivos para investir em Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Você provavelmente já acordou um dia querendo evoluir, tanto pensando no lado profissional quanto no pessoal. Todos nós temos fases na vida, e uma delas está totalmente relacionada com as mudanças, coisas novas e relevantes.

Pensar que poderia estar disponibilizando mais tempo para a família, ou que poderia ter rendido mais em determinado projeto na empresa, tudo isso pode influenciar e ser um gatilho para a mudança e o investimento em Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

Se você ainda não decidiu se essa mudança realmente vale a pena para a sua vida, está no lugar certo. Neste conteúdo vamos apresentar 4 motivos pelos quais você deve começar hoje mesmo pensar no Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Confira!

Afinal, o que é Desenvolvimento Profissional?

Como o nome já diz, desenvolvimento profissional é o ato de evoluir na profissão, ou seja, no ambiente corporativo. Mas não pense que só se refere a ser um profissional exemplar, que cumpre as normas e bate o ponto de entrada e saída sempre no horário.

Vai muito além disso!

Se você busca ser um profissional acima da média, que faz diferente que a maioria, precisa se destacar de alguma forma, e o desenvolvimento profissional é capaz de te proporcionar isso, desde que feito da forma certa.

A ideia do desenvolvimento é fazer com que você exerça a sua função com eficiência, mas muito mais do que isso, que compreenda com mais clareza todas as funções que o seu cargo exige. 

Para evoluir profissionalmente você pode fazer cursos, ler livros, buscar por conhecimento na internet, entre outras diversas práticas. Lembre-se sempre: conhecimento nunca é demais.

E o que é Desenvolvimento Pessoal?

O desenvolvimento pessoal é a sua evolução como ser humano, o que acaba refletindo em diversos aspectos da sua vida —  como no lado profissional, por exemplo. Sendo assim, esse tipo de desenvolvimento envolve o seu autoconhecimento, tanto para ações relacionadas ao trabalho, como talentos naturais e habilidades diferenciadas, quanto pensando no lado pessoal, como caráter, persistência e valores.

Quando você consegue conciliar Desenvolvimento Pessoal e Profissional, sua vida começa a ser mais feliz, com motivação e empenho para alcançar as principais metas, por mais desafiadoras que sejam.

4 motivos para investir no desenvolvimento

1. Ampliar o seu autoconhecimento

A partir do momento que você passa a investir em Desenvolvimento Pessoal e Profissional, tem a oportunidade de ampliar o autoconhecimento, descobrir coisas internas que você nunca imaginou que existiriam, e também de entender que o seu potencial é muito maior do que você acreditava ser.

Portanto, é nesse momento da evolução que você consegue estabelecer as prioridades e quais são os valores mais relevantes, por ordem de importância. A partir disso, consegue definir o que mais faz sentido para a sua vida: Liberdade? Segurança? Poder? Reconhecimento?

Enfim, são vários valores que podem ser pautados. Mas, nunca esqueça! Esse é o momento de autoconhecimento, de evoluir como pessoa, então não ligue para a opinião dos outros, crie seu plano e siga firme!

2. Atingir suas metas

O caminho natural da jornada de Desenvolvimento Pessoal e Profissional, passa por estabelecer metas.

Isso acontece porque você terá o conhecimento necessário para aplicar as melhores práticas, tanto no ambiente corporativo quanto no ambiente pessoal, para atingir os seus objetivos.

Você pode ter o objetivo “x” para alcançar dentro da empresa, o objetivo “y” para alcançar na vida pessoal, e tudo isso fica muito mais fácil quando você tem um plano, organiza suas ações em direção a seus objetivos.

3. Estar bem preparado

O ser humano bem preparado é aquele que até pode sofrer uma queda, mas levanta e segue em frente. E é exatamente essa característica que você alcançará ao investir em Desenvolvimento Pessoal e Profissional. 

Já dizia Rocky Balboa: “Não importa o quanto você bate, mas sim o quanto aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha”. Essa famosa frase foi dita em um dos filmes da saga de Balboa, e pode ser levada não só para as lutas, mas sim para toda a vida.

O segredo está em quanto você está preparado para apanhar e exercer suas funções como profissional e também como pessoa. Depois que você aprende isso, os resultados positivos virão com o tempo.

4. Manter a motivação

Outro ponto muito importante que você conquistará ao investir no Desenvolvimento Pessoal e Profissional é a motivação. Independente do que aconteça, das turbulências que apareçam no meio do caminho, o importante é sempre seguir motivado e determinado atrás dos objetivos.

Afinal, a vida é sua, os objetivos são seus —  e as consequências também. Se você mesmo não fizer, quem vai fazer? Uma coisa é certa: a partir do momento que você deixa algo que acontece na sua vida te desmotivar por muito tempo, vai estar se auto sabotando.

Então, invista em Desenvolvimento Pessoal e Profissional e na sua motivação diária também. Seus objetivos sempre estarão lá, só esperando você fazer acontecer para alcançá-los.

Se você gostou deste artigo, não esqueça de compartilhar com os seus amigos. Eles também podem estar precisando de motivos para investir no Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

O post 4 motivos para investir em Desenvolvimento Pessoal e Profissional apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/4-motivos-para-investir-em-desenvolvimento-pessoal-e-profissional/

Livros sobre liderança: aprenda como se tornar um bom líder

Gostamos de bater na tecla que, para ser um bom líder, é necessário estudo, dedicação, conhecimento. Caso contrário, você só será mais uma pessoa que tem o posto de liderança, mas na verdade está aplicando as mesmas atitudes da gestão tradicional.

Você não quer ser um líder mediano, não é mesmo?

Portanto, para te ajudar a se tornar um bom líder, produzimos este conteúdo. Nele apresentamos os principais livros sobre liderança, que você precisa organizar um tempo para sua agenda para ler. 

Lembre-se sempre: quem planta colhe! E quem planta conhecimento, colhe o sucesso na vida, tanto profissional quanto pessoal. Boa leitura.

A essência do líder, de Warren Bennis

Você já parou para pensar o que torna alguém um bom líder? Pois então, foi desse princípio que Warren Bennis partiu para criar o seu livro a essência do líder. Para isso, o escritor entrevistou vários gestores e profissionais com cargos de liderança. 

A partir daí, Bennis conseguiu coletar os principais aspectos que transformam as pessoas em líderes, e inseriu todos eles em seu livro. Então, podemos dizer que a essência do líder é uma obra que vai te mostrar várias visões diferentes, mas todas com o mesmo propósito: influenciar, motivar e impactar positivamente as pessoas.

A Arte da Guerra, de Sun Tzu

Não poderíamos, em hipótese alguma, deixa o livro Arte da Guerra de Sun Tzu de fora da nossa lista de livros sobre liderança. Afinal, esse é um livro milenar, composto no século IV A.C., que apresenta conceitos da estratégia militar nas guerras da época.

Por tratar de tópicos como posicionamento, segmentação e liderança, esse livro é recomendado para profissionais de marketing, administração, gestão de pessoas e líderes. Temos certeza que todas as experiências militares da época, mesmo que antigas, serão relevantes para a sua evolução como líder.

Novos Caminhos, Novas Escolhas, de Abilio Diniz 

O único escritor brasileiro da nossa lista de livros sobre liderança. Abilio Diniz é um grande empresário, criador da maior rede de varejo do Brasil: o Pão de Açúcar, presidente do Conselho de Administração da Península Participações, presidente do Conselho de Administração da BRF e membro dos Conselhos de Administração do Grupo Carrefour e do Carrefour Brasil.

Digamos que Diniz teve bastante conhecimento para criar o seu livro Novos Caminhos, Novas Escolhas. 

Em sua obra, o escritor conta suas últimas decisões como empreendedor e também o rumo que a sua carreira tem tomado. Além disso, apresenta dicas para quem quer empreender com sucesso, como equilíbrio mental, saúde e conhecimento.

Ágeis e inovadoras, de Adam Bryant

Editor do Jornal The New York Times, Adam Bryant retrata em seu livro os maiores segredos dos CEOs que conseguem atingir o topo com as suas empresas. Para isso, Bryant entrevistou mais de 200 líderes e gestores de todo o mundo, reunindo vivências e experiências distintas em prol de um objetivo: descobrir o segredo do sucesso.

Com muitas informações valiosas, o livro Ágeis e Inovadores traz uma perspectiva diferente, e com base nos erros e acertos dos entrevistados, apresenta dicas para quem deseja chegar no topo.

21 leis irrefutáveis da liderança, de John Maxwell

Esse é um artigo de livros sobre liderança, mas as 21 Leis Irrefutáveis da Liderança, de John Maxwell vai muito além do ambiente corporativo. O livro trata da liderança como um poder, não só para o lado profissional, como também para o pessoal.

Para isso, Maxwell reuniu 21 leis irrefutáveis que todos os líderes deveriam aplicar em seus negócios. Uma das questões que mais chama atenção nessa obra é que as dicas realmente são facilmente aplicáveis, nada de muito complexo, o que facilita para que pequenos empresários também consigam colocar em prática nos seus negócios.

Influência: a psicologia da persuasão, de Robert Cialdini 

A liderança está totalmente ligada com o poder de influenciar. Líderes de sucesso são aqueles que influenciam, incentivam e motivam os seus colaboradores.

Mas, e para influenciar, o que é preciso fazer? Persuadir!

No livro Influência: A psicologia da Persuasão, Robert Cialdini, o badalado psicólogo americano, retrata como funciona a persuasão, todos os aspectos e estratégias que podem ser utilizadas para persuadir pessoas, independente de idade e classe social.

Cialdini mostra técnicas práticas, ou seja, é possível finalizar a leitura entrando em ação para começar a persuadir as pessoas de um jeito mais eficiente.

Mas não esqueça: se você gostou dos livros sobre liderança que apresentamos no artigo, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do blog!

O post Livros sobre liderança: aprenda como se tornar um bom líder apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/livros-sobre-lideranca-aprenda-como-se-tornar-um-bom-lider/

Liderança: entenda o que é e como exercê-la

Você provavelmente já ouviu a palavra liderança, mas realmente sabe o seu significado? E melhor, qual o papel de um bom líder no ambiente corporativo? 

A verdade é que poucas pessoas sabem a real definição da palavra e se autodenominam líderes, sendo que, na verdade, não seguem nem 10% dos requisitos de uma boa liderança. 

Quando essa falta de conhecimento atinge as organizações, até mesmo as equipes que eram para gerar excelentes resultados, pois contam com profissionais experientes no mercado, não conseguem render e se destacar. 

Para que isso não aconteça na sua empresa, leia este conteúdo até o final. Nele apresentamos o conceito de liderança e dicas para que você exerça o papel de líder com excelência. Confira!

Então, qual o conceito de liderança?

O líder é aquele que tem o conhecimento necessário para comandar, incentivar, motivar pessoas, influenciando da melhor forma possível todos os colaboradores que fazem parte do seu time. A influência vai além do ambiente de trabalho, pois bons líderes conseguem desenvolver bons colaboradores, extraindo o que eles tem de melhor.

Nas organizações existem vários tipos de líderes, entre eles estão o autocrático, democrático, liberal, coach, situacional e informal. Todos assumem o posto de liderança, porém suas ações são baseadas nas características de cada estilo.

Leia também: conheça os tipos de liderança

Portanto, resumidamente, líder é aquele que consegue despertar o entusiasmo nos profissionais, fazendo com que eles vistam a camisa e andem lado a lado com a empresa, em busca dos principais objetivos. 

E como fazer isso? É necessário ser um bom líder, seguindo todos os passos que vamos apresentar a seguir!

Como exercer uma boa liderança?

Saiba se comunicar com os profissionais

O primeiro passo para você ter sucesso no papel de liderança é saber se comunicar, dar e receber feedbacks referente aos processos do trabalho de todos profissionais. Essa comunicação deve ser uma via de mão dupla, onde o colaborador pode dar sua opinião/sugestão e você como líder também.

É importante também que um bom líder saiba ser claro, objetivo, direto e coerente na sua comunicação. Algumas pessoas até tem boas ideias, mas na hora de se expressar acabam cometendo alguns erros, misturando as ideias e confundindo as pessoas que recebem as informações.

Essa não é a ideia, ok? 

O objetivo é que você saiba organizar as ideias e expressá-las de um jeito fácil, claro e direto. Assim os colaboradores terão ainda mais segurança nas suas sugestões, feedbacks e dicas.

Relacione-se com as pessoas e esteja presente no dia a dia

Não pense que ao assumir o papel de liderança você vai simplesmente deixar que os colaboradores produzam sozinhos, sem nenhum suporte. O líder, além de apresentar e auxiliar no melhor caminho, também precisa estar presente para ajudar na solução dos problemas que surgem durante as ações.

Então, para ser um bom líder, é necessário se relacionar com os profissionais, estando presente na maior parte do tempo e sendo o suporte que os colaboradores precisam para desempenhar suas funções com maestria.

Conheça todos os integrantes da equipe

Outro passo importante para exercer uma boa liderança é conhecer a equipe. Cada profissional, independente das habilidades, tem o seu próprio jeito de pensar, de agir, de encarar cada situação. 

Portanto é necessário que você, líder, vá além das habilidades de cada colaborador. Precisa também conhecer a sua personalidade, gostos, desejos, objetivos, entre várias outras informações que são úteis para que você consiga conduzir melhor cada profissional.

Seja uma pessoa inspiradora

A inspiração surge de algo positivo, relevante, agregador. Se você não chega no horário, não consegue organizar o time, esquece de reuniões, não consegue se comunicar com os profissionais com clareza, simplesmente deixa todos os processos para os colaboradores, com certeza não está sendo um exemplo a ser seguido.

E o pior: não está inspirando ninguém.

Portanto, seja o exemplo. Faça as coisas certas, seja aquele profissional que chega no horário, organiza as tarefas, trabalha dentro dos prazos, presta auxílio aos colaboradores. Pode ter certeza que fazendo isso os profissionais terão mais motivação e inspiração em você.

Busque sempre por tendências e inovações 

O líder nato é aquele que não para nunca, está sempre buscando novas tendências, inovações do mercado, tecnologias que podem contribuir para a evolução do trabalho da equipe. 

Além disso, é importante que você busque a sua própria evolução. O líder hoje é aquele que sabe se relacionar, que conhece os colaboradores, que inspira. E amanhã, qual será o papel ideal de liderança? Não sabemos, pois as mudanças acontecem e precisamos estar preparados para recebê-las de braços e cabeça aberta.

Há alguns anos o perfil de liderança era totalmente diferente do que vemos hoje. As empresas tinham um profissional para mandar e os colaboradores para obedecer. 

Simples assim. 

Hoje esse já é um modelo de liderança ultrapassado, que os colaboradores fogem! Então, sempre busque por novas tendências, inovações, tanto pensando no seu lado pessoal como líder quanto para o seu time. 

 

Se você gostou deste artigo e conseguiu entender o que é uma liderança e como aplicar na prática no seu negócio, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

O post Liderança: entenda o que é e como exercê-la apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/lideranca-entenda-o-que-e-e-como-exerce-la/

Conheça os principais Estilos de Liderança

Assumir o papel de liderança não é uma tarefa fácil. É necessário ter conhecimento nas melhores técnicas para exercer a função e também definir o melhor estilo a ser seguido.

Cada organização tem uma necessidade, portanto, não podemos afirmar quais são os melhores Estilos de Liderança para você. Porém, neste conteúdo, apresentamos cada um deles e explicamos como funciona, assim você conseguirá tirar suas próprias conclusões e definir o melhor para seguir.

Boa leitura!

O que são Estilos de Liderança?

Cada líder tem um estilo, nem todos são iguais e seguem os mesmos padrões. É como qualquer outro profissional: muitas vezes podem até ter o mesmo cargo, mas a maneira como fazem é totalmente diferente uma da outra.

Sendo assim, existem vários Estilos de Liderança, e o segredo está em escolher o melhor para a necessidade da empresa — e para o bem dos colaboradores também, é claro. 

Principais Estilos de Liderança: Autoritário

O líder autoritário decide o que, como e por quem deve ser feito as tarefas. A ideia desse estilo de liderança é clara: que os funcionários obedeçam as ordens sem questionamentos.

Pense como uma máquina. Você seleciona o que precisa e coloca ela para funcionar. Na liderança autoritária funciona dessa mesma forma, o líder seleciona quem é o responsável pela tarefa, o que e como deve fazer e não escuta a opinião do funcionário, que deve apenas obedecer e entregar a demanda dentro do prazo estabelecido.

Democrático

É o estilo de líder que pede a opinião das pessoas, que se comunica e tenta encontrar sempre a melhor solução para todos. Sua visão não é centralizada nos resultados na empresa, o líder democrático também pensa no bem estar dos colaboradores.

A simpatia do grupo de profissionais é conquistada através da arte de escutar — diga-se de passagem, isso o líder democrático faz e muito bem. Então sempre prevalece, na gestão desse estilo de liderança, o que é melhor para a maioria.

Liberal

Já o líder liberal é totalmente o inverso do autoritário. Na sua liderança os colaboradores têm voz, organizam suas tarefas, dão prazos, criam planejamentos e se auto gerenciam. É uma característica desse estilo de liderança que os profissionais façam da forma que julgarem melhor.

Esse estilo de liderança pode dar muito certo em algumas situações, e nem tanto em outras. É importante conhecer os colaboradores que fazem do time antes de dar start nesse projeto, afinal, é necessário muita responsabilidade para estar em um time liberal. 

O ideal também é ir começando aos poucos, para não assustar os profissionais.

Situacional

Entre os principais Estilos de Liderança está o situacional. Esse profissional tem auto poder de adaptação, e consegue ter características diferentes diante das situações. 

Vamos supor que o colaborador “x” conseguiu finalizar a demanda “y” em tempo recorde. O líder, nessa situação, terá uma abordagem diferente, seguirá um estilo propício para a ocasião. Agora, o profissional cometeu um grande erro em um processo “x”, o líder terá uma abordagem totalmente diferente, seguindo outro estilo de liderança.

Esse tipo de líder consegue se adaptar facilmente e utilizar todos os os estilos de liderança para cada situação do seu dia a dia na organização.

Coach

O objetivo do líder que segue o estilo Coach é desenvolver o potencial de cada profissional do time. Para isso, é o responsável por identificar as competências e habilidades de cada colaborador, com o intuito de desenvolver e estimular a autoconfiança de todos profissionais.

Por trabalhar diretamente incentivando os colaboradores, dentro todos os estilos de liderança, o Coach é o mais indicado para longo prazo, pois pode trazer grandes benefícios para as organizações.

Visionário

Uma das principais funções de um bom líder é ter visão, então por que não optar pelo estilo de liderança visionário? 

Esse tipo de liderança tem facilidade para prever os comportamentos e tendências no mercado. Sendo assim, o líder visionário consegue agir diretamente com sua alta capacidade lógica e analítica, trazendo mudanças positivas para a evolução da empresa.

Por ter essa facilidade, o visionário consegue orientar a sua equipe com muito mais eficiência, utilizando práticas essenciais para a otimização das tarefas, organização do tempo e aumento da produtividade.

E aí, entre todos os estilos de liderança apresentados, qual é o seu? Deixe nos comentários abaixo!

O post Conheça os principais Estilos de Liderança apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/conheca-os-principais-estilos-de-lideranca/

7 dicas importantes para ter sucesso na vida pessoal

Alcançar o sucesso na vida pessoal é o objetivo em comum de muitas pessoas do mundo todo. Mas será que existe algum segredo para isso? Ou atitudes que pessoas de sucesso tiveram que proporcionaram uma vida mais feliz?

A resposta é: sim e sim!

Separamos dicas importantes neste artigo para ajudar você a atingir o sucesso na vida pessoal. É importante que você anote todas elas e comece a aplicar na sua rotina, em poucos meses vai reparar a mudança. 

1. Tenha o seu propósito claro

Vamos pedir para que você pense um pouco agora, ok? 

O primeiro passo para o sucesso na vida pessoal é ter um objetivo, um propósito. A questão é: você já pensou sobre isso em algum momento? Tem definido qual o seu maior propósito para a vida? Se ainda não, chegou a hora de pensar nisso.

Ter um propósito claro vai fazer o caminho para o sucesso ser mais simples, pois a clareza dos pensamentos faz com que você alcance resultados eficientes mais rapidamente. 

Mentalize, defina, crie um planejamento e entre em ação!

2. Saiba que é preciso trabalhar duro

Se o seu objetivo é ter sucesso na vida pessoal, saiba que, independente das circunstâncias, você precisa trabalhar duro, encarar desafios e buscar sempre por coisas novas, visando sempre ser uma pessoa diferenciada e que corre atrás dos seus objetivos.

Então, saiba que nada vem de graça, para tudo nessa vida é necessário trabalho, consistência, foco e persistência. Ou seja, você precisa fazer o possível e o impossível para que as coisas dêem certo na sua vida — e essa atitude só depende de você.

3. Orgulhe-se da pessoa que você é

O avanço do mundo digital é muito positivo, porém é necessário cuidados em alguns aspectos, principalmente quando falamos de redes sociais. A comparação entre pessoas nunca foi tão visível: você quer conseguir viajar igual o fulano, ter o corpo igual o do ciclano, e assim por diante.

Você não deve se comparar com ninguém, afinal, cada pessoa é única e os resultados só dependem do esforço e dedicação. Se a pessoa que você acompanha e admira alcançou a sua “vida dos sonhos”, por que você também não pode?

Encare o sucesso das outras pessoas que você tem admiração como motivação para correr atrás dos objetivos. Tenha orgulho da pessoa que você é e determine-se para também ter sucesso!

4. Utilize a comunicação como ferramenta para o sucesso na vida pessoal

A comunicação é uma ferramenta poderosa quando bem utilizada, indispensável para expressar com clareza suas ideias, se relacionar com pessoas, conquistar aquela vaga de emprego ou promoção, e até a vender o seu peixe.

Conseguir conversar com pessoas desconhecidas, fazer amizades, saber se expressar diante do público, tudo isso contribui para impulsionar o seu sucesso na sua vida pessoal.

Portanto, comece a pensar na comunicação como uma ferramenta para você alcançar os seus objetivos. Liberte o comunicador que está dentro de você. Caso isso seja uma dificuldade, não se preocupe, pois existem vários cursos que podem te ajudar com essa tarefa.

5. Invista em networking

Se você não sabe, networking é uma palavra do inglês que indica a capacidade das pessoas em criar uma rede de contatos, conexões com outras pessoas. Quanto maior for a sua rede de contatos, ou seja, o seu networking, maior é o suporte e partilha de serviços e informações com indivíduos que possuem um interesse em comum com o seu.

A partir do momento que você consegue fazer networking com qualidade, a probabilidade de você ter sucesso na vida pessoal e profissional é muito grande. Portanto, invista nessa prática, esteja disposto a construir novos relacionamentos, com novas pessoas e de qualidade.

6. Tenha equilíbrio

Sua vida precisa ser leve, alegre e feliz. Para isso, um dos itens indispensáveis é o equilíbrio! Somente levando uma vida equilibrada, tanto no pessoal quanto no profissional, você conseguirá alcançar o sucesso pleno.

Conciliar família e trabalho, preocupações e diversão, reunião e o cinema com a esposa ou marido, as horas de descanso. Tudo isso é necessário para manter o equilíbrio na vida adulta. 

Então, saiba que para ter sucesso na vida pessoal e profissional também, você deve saber equilibrar a balança, não pesar muito para um lado, nem para o outro.

7. Não baixe a cabeça diante dos problemas

Uma coisa é mais do que certa: se você tem como objetivo ter sucesso na vida pessoal, já precisa ter na cabeça que os problemas vão acontecer —  eles aparecem para todos, não se preocupe.

O que diferencia as pessoas de sucesso para aquelas que ainda não conseguiram alcançar tal feito é o poder de ação. Tem gente que, diante de um problema, simplesmente abaixa a cabeça e deixa as coisas acontecerem, mesmo quando são prejudiciais. Já outras pessoas enfrentam os problemas, entendem que aquilo que aconteceu serviu de lição e aprendizado, e estão prontas para enfrentar novos desafios.

Vamos deixar para você responder: quem realmente tem sucesso nesses dois exemplos? A pessoa que abaixa a cabeça diante dos problemas, ou aquela que enfrenta-os de cabeça erguida? Com certeza a segunda opção. Portanto, não deixe que os problemas abalem você. Esteja sempre de cabeça erguida e pronto para enfrentá-los.

Se você gostou das 7 dicas que apresentamos para ter sucesso na vida pessoal, não esqueça de compartilhar esse conteúdo com os seus amigos nas redes sociais. Afinal, eles também podem estar precisando dessas dicas para evoluir!

O post 7 dicas importantes para ter sucesso na vida pessoal apareceu primeiro em Lideres Online.

Source: https://lideresonline.com.br/blog/7-dicas-importantes-para-ter-sucesso-na-vida-pessoal/